Outro gigante do futebol brasileiro assinou o maior contrato de patrocínio de um clube de futebol do Brasil com uma empresa de apostas esportivas. O Corinthians assinou para 2024 um contrato com a VaideBet no valor de R$370 milhões. O acordo terá duração de três anos, sendo R$10 milhões por mês e mais R$10 milhões de luvas.

A informação foi confirmada pelo clube através de uma nota informativa, divulgada no último domingo (7). Segundo o presidente do Corinthians, Augusto Melo, a empresa já pagou R$20 milhões de forma antecipada e a expectativa é que o clube arrecade R$120 milhões por ano com o acordo. 

VaideBet e Corinthians: acordo milionário

A parceria entre Corinthians e a VaideBet superou as expectativas ao fechar o acordo de R$370 milhões. Durante a entrevista de anúncio da parceria, Augusto Melo defendeu a credibilidade da empresa de apostas esportivas. “Qualquer grande empresa e grande parceiro, primeiro vai ser analisado tudo. Passou pelo jurídico em primeira mão, é um contrato que vem se estendendo há algum tempo, conhecendo a empresa, as garantias. Foi aprovado pelo jurídico e pelo compliance. Não vamos fazer nada sem o jurídico não aprovar, sendo que nosso departamento de inteligência aprovar. Vai ser diferente. Tudo o que for feito vai ser para errar o menos possível ou não errar.”, comentou o presidente do Clube. 

No fim de 2023, sob o comando do então presidente Duílio Monteiro Alves, o Corinthians fechou um acordo com a Pixbet no valor de R$75 milhões por ano, porém, o presidente eleito Augusto Melo pediu para que o acordo não fosse concretizado, por buscar uma proposta maior. Com o contrato de R$370 milhões, o Corinthians se aproxima da meta do atual presidente, de arrecadar R$200 milhões em patrocínios no uniforme. 

As odds competitivas e a variedade de mercados garantem uma experiência de aposta dinâmica e cheia de oportunidades na 20bet! Aposte já.

Patrocinando vários times do Brasil e com bônus excelentes, a Esportes da Sorte é a casa de apostas do momento! 

Descubra a Boabet: casa de apostas online com variedade de jogos, bônus atrativos e experiência de apostas esportivas e cassino.

Entretenimento online em apostas esportivas e jogos de cassino ao vivo e online.

Apesar dos altos valores, é importante lembrar que o investimento pela VaideBet não será exclusivo para o time de futebol masculino do Corinthians, mas também para as camisas da equipe feminina de futebol e dos times de basquete e futsal. 

Times europeus com o patrocínio menor que o Corinthians 

Além de ser um destaque entre os patrocínios já realizados no mercado brasileiro, o contrato entre a VaideBet e o Corinthians chega a superar alguns times europeus. Na cotação atual, os R$120 milhões anuais valem cerca de  €22,5 milhões de euros. 

O valor é quatro vezes maior que o recebido pelo Porto, de Portugal, que atualmente tem patrocínio de 5 milhões de euros pela sua parceria com a plataforma Betano. O rival, Benfica, recebe cerca de 9 milhões de euros anuais da empresa aérea Emirates e, apesar de superar o Porto, ainda fica bem atrás do clube brasileiro. 

Na Premier League, liga que reúne os principais e mais ricos clubes europeus, ainda existem dois clubes com receita de patrocínio máster abaixo do valor que o Corinthians receberá no novo contrato. São eles: Brighton (8,5m de euros por ano) e Aston Villa (6 milhões de euros por ano). 

Um internauta, chamado Alan Nascimento, reuniu uma lista com todos os times europeus que, atualmente, possuem o patrocínio menor que o contrato da VaideBet com o Corinthians. Confira abaixo: 

  • Porto / Betano – 5 milhões de euros por ano 
  • Aston Villa / Cazzo – 6 milhões de euros por ano 
  • Ajax / Ziggo – 8 milhões de euros por ano 
  • Brighton / American Express – 8,5m de euros por ano 
  • Benfica / Fly Emirates – 9 milhões de euros por ano 
  • Fulham / Sbotop – 11,5 milhões de euros por ano 
  • Inter de Milão / Paramount – 20 milhões de euros por ano 
  • Wolfsburg / Volkswagen – 20 milhões de euros por ano 
  • Lyon / Fly Emirates – 22 milhões de euros por ano

Divisão de patrocínios do Corinthians em 2024 

Para este ano, o clube possui quase 10 patrocinadores em seu uniforme oficial. O patrocinador Máster é a VaideBet, que continua até dezembro de 2026, acompanhada da Ale, Banco BMG, Tele Sena, Ezze Seguros, UniCesumar e Lukama. 

Confira abaixo como ficou a divisão dos patrocinadores no uniforme:

VaideBet é patrocinador master do Corinthians em 2024 - Foto: Design/Feedback
VaideBet é patrocinador master do Corinthians em 2024 – Foto: Design/Feedback

Empresas de apostas investem pesado em clubes de futebol 

Além do patrocínio master da VaideBet no Corinthians, outras empresas de apostas esportivas passaram a investir pesado em outros clubes de futebol brasileiro. Até a proposta da VaideBet, o Flamengo e o Palmeiras possuíam os maiores patrocínios do Brasil. O Rubro-Negro fechou um contrato de dois anos com a Pixbet por R$170 milhões, substituindo o Banco do Brasil em 2024. 

Para ocupar esta posição, a empresa precisa fazer um primeiro pagamento, no valor de R$20 milhões, e outras cinco parcelas de R$30 milhões. Durante dois anos, a marca esteve estampada no omoplata do uniforme  – parte do uniforme acima do peito do jogador, que agora ocupará um espaço nobre no uniforme do rubro-negro tanto no time masculino como feminono e de basquete. 

Já o palmeiras  tem o contrato de R$81 milhões fixos com a Crefisa, podendo chegar a R$120 milhões com bônus por títulos, como em 2023, quando o time conquistou R$95 milhões ao todo com as conquistas da Recopa, Campeonato Paulista e o Brasileirão. 

Outra grande empresa de apostas esportivas europeia que em 2024 se tornará patrocinador master de um time brasileiro é a Superbet. A empresa realizou uma proposta ao São Paulo, que ultrapassou o dobro do valor atualmente pago pela Sportsbet.io: cerca de R$50 milhões anuais pelo espaço de destaque na camisa do clube. 

VaideBet assina maior patrocínio do Brasil com Corinthians
4.8/6
BC.Game

BC.Game é um cassino online de criptomoedas com jogos exclusivos e torneios diários. Aproveite o ambiente comunitário e a possibilidade de ganhar grandes prêmios enquanto joga seus jogos favoritos. Comece agora!

BC.Game
4.8/6

A participação das empresas mostra como a participação de empresas de apostas esportivas tem crescido no Brasil e no mundo, o que levou o governo brasileiro a buscar a regulamentação deste mercado. 

A lei foi aprovada na última semana de 2023, após a Câmara dos Deputados incluir os cassinos online na lei. O texto define impostos para empresas e apostadores, regras para exploração do serviço e determina para onde irá o dinheiro arrecadado. 

Regulamentação das apostas esportivas

Antes de chegar na Câmara dos Deputados, o texto de taxação das Bets passou pelo Senado Federal, que deixou de fora os cassinos online, mas a decisão mudou ao chegar na Câmara, que voltou a incluir a modalidade no texto. 

Apesar do esforço da bancada evangélica em manter esta modalidade fora da lei, por não dizer qual o valor exato da taxa de retorno, os contrários foram derrotados durante a votação dos destaques. A manutenção dos jogos online teve o voto favorável de 261 deputados, contra 120 contrários. 

Apesar da aprovação do texto-base do Senado, os deputados realizaram algumas alterações no projeto. Agora, o texto determina o pagamento de 12% de Contribuição para a Seguridade Social sobre os impostos. Os recursos serão divididos entre educação (1,82%), esporte (6,63%) e turismo (5%). 

As empresas de apostas esportivas e cassinos online poderão ficar com 88% do faturamento bruto para o custeio de suas atividades. Já o valor definido para os apostadores permanece a quantia de 15% de Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) sobre o valor líquido dos prêmios obtidos. 

Os deputados também derrubaram um artigo, incluído pelo Senado, que igualava a cobrança de impostos sobre o lucro das empresas de Fantasy Games às outras apostas online. O Senado sugeriu a cobrança de 12% nesta modalidade. 

O texto aprovado manteve o valor de 9% de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) às empresas de Fantasy Games. 

Empresas de apostas precisam vir para o Brasil 

Entre as normas definidas pela Câmara dos Deputados, está a obrigatoriedade das empresas terem sede e administração em território nacional. Para atuar no Brasil, elas precisarão ser autorizadas pelo Ministério da Fazenda e comprovar experiência em jogos e outros requisitos técnicos estabelecidos pelo Executivo.

Além disso, para que seja possível atuar no ramo, as empresas deverão ter no quadro de sócios um brasileiro detentor de, pelo menos, 20% do capital social. O acionista controlador não poderá atuar de forma direta ou indireta em organizações esportivas profissionais e não poderá ser dirigente ou vinculado a instituições financeiras que processem as apostas. 

Conclusão 

Os clubes de futebol brasileiro estão se tornando cada vez mais os interesses das empresas de apostas esportivas, principalmente com a regulamentação deste mercado no Brasil. Além dos contratos milionários da Pixbet e Superbet, chegou a vez da VaidaBet assinar com um dos principais times do país, agora com o maior contrato já realizado. 

Fique ligado no FeedBACK Casino BR para não perder nenhuma notícia sobre apostas, futebol, entretenimento e o avanço da legislação dos cassinos online e apostas esportivas no Brasil.

Compartilhe este artigo nas suas redes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *